Arquivos do Blog

POPLOAD GIG Residências – FEIST

O pocket festival POPLOAD GIG, responsável pelas recentes vindas de Of Montreal, Tame Impala e Mark Lanegan ao Brasil, acaba de se reinventar. Com uma série de shows mais intimistas e grandes artistas internacionais da cena indie, o projeto passa a ser chamado de POPLOAD GIG Residências.
A nova proposta dos organizadores é trazer bandas cultuadas em turnês mundiais, para duas apresentações ou mais em espaços menores e acolhedores. O objetivo é possibilitar maior proximidade entre o público e o artista, proporcionando uma troca de emoções mais intensa e real.

O disco retrata um momento intenso na vida de Feist, que deixou para trás os vocais harmônicos (que quase pintavam a trilha sonora de algum clássico da Disney) e produziu um material com letras diretas e pessoais, passando do rock ao groove quase jazz. Entre fúria e calmaria, “Metals” é um álbum mais pautado em corações remendados, do que em corações despedaçados. É, resumidamente, sobre estar pronto para um recomeço.
O público vai poder conferir o novo projeto da Feist, além de seus hits como “1234” e “Mushaboom”, nos dias 21 e 23 de Outubro, no Cine Joia, em São Paulo.

popload gig

Confere dois hits da cantora:

Popload Gig Residências com Feist no Cine Joia  – Dias: 22 e 23 outubro
Abertura da casa: 21h | Horário do show: 22h
Valores: antecipados: R$ 120,00 (meia entrada) / R$ 240,00 (inteira).

Música – Of Montreal

Desde o final de semana boa parte da minha trilha sonora tem sido dessa banda da Georgia, EUA. A banda Of Montreal é conhecida por não reter um mesmo estilo de um disco para o outro (lo-fi, twee, indie, pop…. e por ai a fora, se servir como referência, a banda brasileira Os Mutantes é uma das grandes influências do grupo, isso me cativou muito), apesar de muitos dizerem que eles mantém um identidade musical nos discos (discordo, mas não quem sou eu pra falar alguma coisa).

Pra quem ficou curioso sobre o nome da banda (sim é a Montreal que você está pensando), foi em homenagem a um amor frustrado do vocalista – Kevin Barnes – que vinha de Montreal, Canadá.

‘Dour Percentage’ é uma das minhas músicas preferidas da banda, e quando vi essa apresentação do Kevin Barnes achei uma lindeza.

A música mais cruel de Paralytic Stalks ganhou um clipe animado, colorido e psicodélico (que eu adorei).

Quem curtiu, pode coferir mais da banda no site deles http://www.ofmontreal.net/ e quem tiver disposto de correr atrás em Junho no dia 26 os caras fazem um show aqui no brasil no Cine Joia (Os shows costumam ser memoráveis: fantasias, cores, bichinhos, balões, coreografias… uma festa.)

Serviço:

Ingressos: R$ 80,00 a R$ 160,00 (1º lote) ESGOTADO / R$ 90,00 a R$ 180,00 (2º lote)

Venda online: www.cinejoia.tv/ingressos

 

Rock Beer

O Carnaval passou, e assim como eu tenho certeza que várias pessoas buscaram refúgios do axé, e do samba enredo que martela na cabeça, e quis ouvir algo mais casual acompanhado de uma boa cervejinha.

E hoje eu descobri que a relação entre música e cerveja é mais forte do que imaginava, porque existem várias cervejas relacionadas/inspiradas em bandas como Sepultura, Pearl Jam, Kiss, Velhas Virgens e por aí a fora.

Fiquei até confuso se seria um post sobre cerveja ou sobre música.

 

 

The Toasters

The Toasters 30th Anniversary (Ska Brewing – USA)
American Black Ale

Sepultura

Sepulweiss (Bamberg – Brasil)
German Weiss

Pearl Jam

Pearl Jam Twenty (Dogfish Head – EUA)
Golden Ale

Kiss

Destroyer Beer (Suécia)
German Pilsener

Nenhum de nós

Camila, Camila (Bamberg – Brasil)
Bohemian Pilsener

Velhas Virgens

Cerveja Velhas Virgens (Cervejaria Invicta – Brasil)
Red Ale, Dark Ale e Pilsen

Iron Maiden

The Number of the Beast (Haviestoun – Escócia)
English Strong Ale
 
Maiden the Shade (Ninkasi – EUA)
Sazonal Beer

Jimi Hendrix

Purple Haze (Abita Brewery – EUA)
Fruit/Vegetable Beer

Deep Purple

Smoke on the water (Heavy Seas – EUA)
Smoked Porter

AC/DC

Back in Black (21st Amendment – EUA)
Black India Pale Ale

 

Ficou faltando alguma? Qual banda você acha que tem que investir no mundo das cervejas?
Visto aqui
 

Ao som de Star Wars

Tenho que confessar que só esse ano me dediquei a ver a saga inteira de Star Wars, e tenho que confessar que tenho me divertido bastante assistindo (treinamento de nerd rs…).
Agora é possível ouvir a Marcha Imperial em grande estilo, mas para isso você vai precisar de uma dessas novas caixas de som Star Wars da Funko.

É só escolher entre o Darth Vader Helmet Speaker, o Stormtrooper Helmet Speaker ou o Boba Fett Helmet Speaker. As caixas de som capacetes de Star Wars são compatíveis com qualquer MP3 player e vêm com conexão dupla: plugue normal de 3.5 mm e USB.

Cada caixa de som Star Wars Helmet Speaker custa US$29,99 na pré-venda da Entertainment Earth. A loja aceita encomendas do Brasil (coisa linda!).

Arte e música

Pode parecer piada, mas ando realmente sem tempo (correria pra organizar a vida, sou aqueles loucos que programam o ano inteiro… Ai que loucura rs)… Enquanto não consigo escrever e pesquisar sobre o assunto de praxe (moda masculina), vou colocar interesses, como música, arte, gadgets, até conseguir deixar tudo no lugar… *Preciso de uma Personal Organizer… Pra deixar meu corpo mais são e minha mente mais poderosa… Ai que absurdo (sim ando assistindo Mulheres Ricas, afinal tem coisa mais engraçada que a Narcisa e suas excentricidades?)

Arte é realmente uma coisa que adoro, principalmente arte pop, que transforma coisas fadados a obsolência em objtos de desejo. Foi isso que aconteceu com as fitas cassete nas mãos da artista plástica Erika Iris Simmons, com criatividade e bom gosto, ela reaproveitou as fitas cassetes engavetadas e transformou em quadros, claro que com inspiração na música, em uma direta referência à função que outrora os cassetes tiveram. Entre as personalidades contempladas estão Madonna, Bon Jovi, Debbie Harry e Lauryn Hill.

A reutilização de materiais é a principal marca de seu trabalho. Erika está sempre procurando cacarecos na rua e usa tudo que encontra: “É ótimo, é como trabalhar com estranhos, com coisas que têm uma mente própria. Tudo o que eu uso foi jogado fora ou doado”, conta.

ghost-in-the-machine-aviv-geffen

O Flickr da garota talentosa é cheio de outras ideias criativas, incluindo uma série de ilustrações cinematográficas feitas com películas.

%d blogueiros gostam disto: