Arquivos do Blog

Fui Assim: Lançamento MOD

Tenho um monte de coisas pra postar aqui, e ando meio sem tempo, antes a desculpa era o TCC, agora é a vida social (gosto assim kkk).
Como disse quinta passada foi o lançamento da revista MOD, to pondo o look rapidinho, mas to preparando o post com um pouquinho do evento.

Jaqueta comprada em BsAs
Camisa Zara
Calça C&A
Sapato CNS
Bolsa Puro

Fui Assim – have some fun

Ando meio correndo com TCC e afins (ainda bem, porque vida parada é pior do que corrida, mas enfim) e esse look já faz um tempinho, foi em uma baladinha com ozamigo, mais precisamente no estúdio Emme ver a Banda UÓ (que foi uó…), mas o que importa é estar com ozamigo e beber um pouco que tudo fica divertido.

Chega de mi mi mi e vamos ao que interessa que é o look (olhando assim não gostei muito, mas fazer o que rs… se não tem tu, vai tu mesmo!)

Jaqueta – comprada na Argentina
Camiseta – HandBook
Calça – C&A
Bota – C&A
Colares – feira em Buenos Aires

Fui Assim – Festinha em família

Nada como uma festinha em família pra deixar todosfelizes, sempre me divirto bastante.

Chapéu e calça: C&A
Camisa: Hand Book
Bota: Comprada em Buenos Aires (não sei a marca)

Revista Watt

E no meio as minhas andanças em Buenos Aires semana passada fui parado por um esquadrão da Revista Watt, que estava pescando algumas pessoas para uma entrevista rápida sobre o estilo de quem frequenta as feiras de design de Palermo, e nomeio disso rolou uma foto que sai com a maior cara de bunda do mundo, mas enfim.

A revista tem distribuição gratuita em várias lojas, e fala sobre moda, música e design, além da opinião das pessoas que são abordadas para falar dos mesmos assuntos, quem estiver por Buenos Aires ou tiver planos de visitar procure seu exemplar vale a pena ler.

Quem quiser saber mais da revista pode dar uma olhada que tem a versão online no site. Revista Watt

 

Diário de Viagem: Buenos Aires – Dicas

Esse segundo post ia ser sobre as compras em Buenos Aires, porém ainda não consegui organizar meu tempo e preciso fotografar minhas aquisições pra dividir aqui, então vamos para algumas dicas de sobrevivência nas compras e depois passo as dicas das lojas.

Uma coisa tem que ficar bem clara, em Buenos Aires você tem que ficar de olho aberto, pois eles são bem espertos, eles já sabem da fama de gastador que o brasileiro tem, então nada de se deixar convencer pelos preços, pode pechinchar que você consegue preços bem melhores, principalmente das feiras de Palermo e San Telmo.

Mas vamos as dicas.

1- Moeda

Um dos probleminhas da chegada é fazer o câmbio pra saber quanto está gastando, mas em pouco tempo fica automática a conversão, você será praticamente uma calculadora ambulante (experiência própria ). Comparando a moeda brasileira o peso argentino tem uma cotação bem baixa, mas minha dica é acompanhe os valores na hora de compra o câmbio, eu consegui aqui por um preço ótimo, mas muitas das vezes o câmbio lá, vale muito mais a pena, na Calle Florida tem varias casas de câmbio, mas não esqueça de conferir todas as notas, assim como o real o peso tem ranhuras, então nada de receber aquelas notas lisas porque SÃO FALSAS e ninguém quer ter prejuízo.

2- O banco amigo

Uma coisa é importante, quem tem cartão internacional também pode fazer saque, e se você ficar apertado de grana é uma salvação, então não esqueça ao sair das terras tupiniquins de avisar seu banco pra desbloquear a função débito, ela pode te salvar de qualquer aperto, nos centros comerciais de Buenos Aires tem vários caixas eletronicos que fazem saques da bandeira visa.

3- Circuito de compras do hotel

Essa é a maior furada do mundo, corre deles e faça seu próprio circuito. Normalmente eles oferecem um passeio ‘grátis’ com um ‘guia’ pra te levar nas principais Outlet’s MENTIRA, essas são as faxadas para os turistas gastarem loucamente e pagarem o mesmo preço que encontramos procurando um pouco aqui, e nenhum pareceu outlet pra mim afinal tinhas numeros e estoque igual uma loja normal, outlet é aquele que tem só o em exposição e você tem que jogar com a sorte pra achar o modelo e o número certo (isso pode ser frustrante quando você encontra os modelos mais incríveis nas numerção de gigante, ¬¬ quem usa 45?).

O único lugar que encontrei realmente outlet’s por lá foi na Av. Córdoba, vale uma volta por la, a da adidas tem várias coisas SENSACIONAIS, o problema é que minha numeração não tinha nada de muito bacana.

4- Santo Tax Free

Já que estamos na Argentina, porque não comprar produtos nacionais? Por lá tem o Tax Free na compra desses produtos, quem não sabe o Tax Free é um sistema de devolução do imposto pago pelo turista (e nós adoramos isso ^^), só não vai PAGAR O MICO de pedir na loja da adidas o Tax Free, ele é só pra produtos fabricados na Argentina, quando você paga o vendedor tem que te entregar a guia já falando o valor que você recebe de volta, e pra receber é SIMPLES, na volta quando chegar no aeroporto você tem que passar em um guichê que valida as guias com as notas ficais (tem que passar por isso infelizmente) e depois você vai no guichê pra entregar as guias, onde vão somar todos os valores que você tem que receber ai é só entregar o cartão de crédito que em 72 duas horas você tem esse valor de bônus nele.

E claro eu dei preferência por comprar grande parte de produtos argentinos e adorei a quantia que voltou.

5- Couro

Uma coisa que vale a pena comprar por lá é o couro, lá você encontra de tudo em couro, com design incrível, e o mais importante por serem fabricados lá tem Tax Free, mas é claro que tem que procurar bastante pra achar com preço e qualidade boa, os melhores preços e qualidade encontrei nas lojas do bairro La Boca, mas acabei não trazendo por conta do tempo, eles ajustam na pro seu tamanho e entregam em 3 horas.

Por agora acho que é tudo pessoal, pra não ficar cansativo, no próximo vou falar das lojas que visitei e as aquisições feitas, separei alguns endereços que vocês devem conferir em uma ida a Buenos Aires.

Adidas

Av Cordoba, 4590

Achei várias coisas legais, principalmente tênis da coleção Star Wars, o problema era a numeração, como esse era realmente um outlet, só eram os produtos expostos.

Lacoste, Cacharel e Pinguim

Calle Gurruchaga, 830

Essas lojas ficam normalmente abarrotadas, eu conferi e tinha coisas bacanas, mas em si não comprei nada.

Levis

Av Cordoba, 4654

Tinha bastante calças por lá o preço estava descente, mas nada de incrível, e a numeração é difícil de achar.

Nike

Av. Cordoba 4599

Nada de barato, achei a outlet mais cara que a loja até, e tinha coisas da coleção nova, meio fail =/

%d blogueiros gostam disto: