Sonhos

De uma vontade de amar tinindo, meus pulmões gritaram com gosto de chiclete. Eu vi a luz e no meio dela havia primeiros beijos, abraços, crianças rodando e brincando e amando feito os querubins. Havia histórias e simplicidade. Havia muita gente feliz. Era assim o gosto da memória. Que escapuliu do sonho e virou o dia-a-dia. Assustando todos os moradores da cidade que havia dentro de mim.

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em dezembro 24, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: