Olhares

O tempo se remexe e tanto mudou que os passos ficaram pequenininhos e os olhares viveram enquanto vestia-se a fantasia de palhaço.

As mentiras perdoadas foram perdoadas enquanto havia amor. As dores, doídas enquanto havia dor. O sonho, acordado enquanto a ilusão solapava a necessidade.

O beijo era o beijo. O abraço era a palavra não dita. Café era insônia constante do natural viver esperando o querer do ser, abraçar, querer, ser, abraçar mais e vem cá, eu te…

No mais, sem mais, apressado sairia batendo a canela na mesa, deixando cair o paletó. Se algum dia resolvesse usar paletó. Mas as calças são curtas, lá estão as meias quase sujas, tá faltando dinheiro, eu preciso me cuidar.

Os olhos são tão claros. Eu odeio quando você mente para mim. A vida era bonita quando os planos foram feitos.

O amor é o perigo do sonho que não pode acordar. O precipício que dará vazão a toda morte antes do orgasmo. Que não cansa até acabar. Mas acaba. E o tempo é a distância entre os orgasmos. A madrugada que alumeia.

Senta. Chora aqui comigo. Pode chorar. O tempo já foi faz tempo, o verso canta por aqui. Comigo. Se a minha felicidade te fosse um presente, eu queria viver para sorrir você. E como vivo sorrindo, acho que esse ano não terá novidade no Natal. Pensa que esqueço como você gosta daquela idiotice de surpresa?

Eu vivi para te dar este sorriso e agora aqui estou. Eu não amo embora viva para amar. Eu sou simples e te toco de leve na próxima estação do metrô. Vi uma menina mimada, gostosa. Cheguei a achar que te trocaria. Se ela não fosse mesmo você. Tempo bom aquele. Estava com saudade. Pode acreditar.

O amor era os olhos aflitos que viram o palhaço. A dúvida por não saber como entender a razão de tanto pensar. A razão era, por sua vez, o amor dos poucos anos vividos, tão pouco puídos pelo sofrer. E sofrer é uma bobagem, pára de sacanagem, fica até eu dormir…

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em novembro 1, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: