Tudo ficou de cabeça pra baixo

 

Namoro bom é namoro saudável. Se você colocar essa idéia antes de tudo no seu relacionamento, provavelmente terá uma vida a dois bem tranqüila e viverá em uma grande escassez de brigas. Mas como nem tudo é bonito como o arco-íris (por falta de comparação saiu essa), sempre acontece alguma coisa na relação que vira tudo de cabeça para baixo e te deixa na maior saia justa. Uma mensagem inconveniente no seu site, uma ligação inesperada ou até o encontro desajeitado com alguém no meio do shopping pode criar furor no seu parceiro e fazer tudo esfriar. A opção é correr atrás?

Desde os 12 anos de idade eu ouvia que “sempre é bom ter um bobo no seu pé”. Pois é, por mais egoísta que isso possa parecer, é a mais pura e doída verdade. Quem é que não gosta de ter uma pessoa te bajulando, sendo carinhosa, ligando e mandando mensagens o tempo todo? Ninguém! É uma das coisas mais gostosas do mundo. O único problema é que, quando isso acontece, sempre tem alguma coisa a mais. Em um namoro, por exemplo, a relação pode se tornar cômoda a partir de certo ponto, quando os dois ficam juntos só por ficar, ainda se gostam, mas o fogo todo se perdeu há tempos. O problema fica maior ainda quando você começa a desconfiar do parceiro e não tem coragem de falar a verdade para ele, ainda mais quando você sabe que há, de fato, algo acontecendo por trás de tudo.

As situações podem variar, você pode saber de algo que a pessoa fez e não termina tudo por amor. Como já me disseram, é preciso ter muita coragem para chegar cara a cara com a pessoa e jogar tudo para os ares. Quando se ama, a gente evita e adia isso até que a situação chegue ao extremo. Depois, todo mundo sai machucado. Se conversar já não é mais a solução, se os dois perderam o respeito em tudo, se a desconfiança, o carinho e tudo o que é mais legal em um namoro acabou, então é melhor tomar vergonha na cara e enfrentar essa situação de queixo erguido. Deixe claro que você não quer mais e coloque na sua cabeça que isso é uma decisão definitiva, quando se termina um namoro, o “fim” quer dizer que acabou, ou seja, não tem mais jeito.

Se o problema de tudo for você (você quem fez besteira, quem deu motivos para desconfiar, quem traiu a confiança dele, quem o machucou, quem deu muitas mancadas) e você quer que tudo se torne legal como era antes, então respire fundo e prepare-se para um tempo de vacas magras. A geladeira do namoro é a mais fria e difícil situação por qual alguém pode passar. É preciso ter muita disposição e amor para dar. Mas tome cuidado para não se desgastar a toa, tudo tem que valer a pena. Se você, depois de um tempo, ver que seu esforço não valeu de nada, então simplesmente aceite a ‘derrota’ e desista.

Não deixe de conversar, pois é a melhor maneira de manter o relacionamento nas claras e todos os problemas que forem surgindo no decorrer do relacionamento podem ser solucionados da melhor maneira possível.

O vento sopra cada hora para um lado. Um dia, ele pode te trazer coisas ruins. Já no outro, ele pode te dar as melhores. Aceite isso. Pense e avalie. Por mais que você ame alguém e não queria deixá-lo partir, uma relação não tem o direito de estragar com sua vida.

<!–[if gte mso 9]> <![endif]–><!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>

Namoro bom é namoro saudável. Se você colocar essa idéia antes de tudo no seu relacionamento, provavelmente terá uma vida a dois bem tranqüila e viverá em uma grande escassez de brigas. Mas como nem tudo é bonito como o arco-íris (por falta de comparação saiu essa), sempre acontece alguma coisa na relação que vira tudo de cabeça para baixo e te deixa na maior saia justa. Uma mensagem inconveniente no seu site, uma ligação inesperada ou até o encontro desajeitado com alguém no meio do shopping pode criar furor no seu parceiro e fazer tudo esfriar. A opção é correr atrás?

Desde os 12 anos de idade eu ouvia que “sempre é bom ter um bobo no seu pé”. Pois é, por mais egoísta que isso possa parecer, é a mais pura e doída verdade. Quem é que não gosta de ter uma pessoa te bajulando, sendo carinhosa, ligando e mandando mensagens o tempo todo? Ninguém! É uma das coisas mais gostosas do mundo. O único problema é que, quando isso acontece, sempre tem alguma coisa a mais. Em um namoro, por exemplo, a relação pode se tornar cômoda a partir de certo ponto, quando os dois ficam juntos só por ficar, ainda se gostam, mas o fogo todo se perdeu há tempos. O problema fica maior ainda quando você começa a desconfiar do parceiro e não tem coragem de falar a verdade para ele, ainda mais quando você sabe que há, de fato, algo acontecendo por trás de tudo.

As situações podem variar, você pode saber de algo que a pessoa fez e não termina tudo por amor. Como já me disseram, é preciso ter muita coragem para chegar cara a cara com a pessoa e jogar tudo para os ares. Quando se ama, a gente evita e adia isso até que a situação chegue ao extremo. Depois, todo mundo sai machucado. Se conversar já não é mais a solução, se os dois perderam o respeito em tudo, se a desconfiança, o carinho e tudo o que é mais legal em um namoro acabou, então é melhor tomar vergonha na cara e enfrentar essa situação de queixo erguido. Deixe claro que você não quer mais e coloque na sua cabeça que isso é uma decisão definitiva, quando se termina um namoro, o “fim” quer dizer que acabou, ou seja, não tem mais jeito.

Se o problema de tudo for você (você quem fez besteira, quem deu motivos para desconfiar, quem traiu a confiança dele, quem o machucou, quem deu muitas mancadas) e você quer que tudo se torne legal como era antes, então respire fundo e prepare-se para um tempo de vacas magras. A geladeira do namoro é a mais fria e difícil situação por qual alguém pode passar. É preciso ter muita disposição e amor para dar. Mas tome cuidado para não se desgastar a toa, tudo tem que valer a pena. Se você, depois de um tempo, ver que seu esforço não valeu de nada, então simplesmente aceite a ‘derrota’ e desista.

Não deixe de conversar, pois é a melhor maneira de manter o relacionamento nas claras e todos os problemas que forem surgindo no decorrer do relacionamento podem ser solucionados da melhor maneira possível.

O vento sopra cada hora para um lado. Um dia, ele pode te trazer coisas ruins. Já no outro, ele pode te dar as melhores. Aceite isso. Pense e avalie. Por mais que você ame alguém e não queria deixá-lo partir, uma relação não tem o direito de estragar com sua vida.

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em agosto 18, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: