Livre ao destino…

Venha destino, me jogue de um trem em movimento, me faça pular de uma altura inigualável, surpreendente, me jogue contra a parede, me de uma rasteia e me faça ver a vida de outro jeito.

Mostre-me que ainda tenho muito que aprender, o que fazer, muito o que me arrepender por um instante, e depois, jurar que não tenho motivos pra olhar para trás.

Vamos, se arrume, se aplume, e me faça acreditar que sabemos exatamente aonde quero chegar.

Foi por você que hoje coloquei meu melhor vestido, que joguei para o alto tudo o que tinha, é por você que agora estou à espera de uma mágica.

Venha, e ponha-me nos eixos, ou apenas me tire deles, me entregue dias felizes e dias tristes, me entregue o hoje, me entregue o futuro, me enlouqueça, me padeça, me desconcerte, me liberte, me descontrole.

E se não quiser fazer tudo isso, apenas me entregue a vida!

Prometo não te culpar meu amigo, porque até o último instante, vou te julgar como diversão.

(Texto por Ana Carolina Costa)

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em julho 23, 2010, em #postavc. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: