Pensamentos soltos…

(Texto por Ana Carolina Costa)

Sei que todas as minhas memórias estão bem guardadas, algumas em um esquecimento fingido, em uma mente em que poucos podem entrar.

Sonhos, medos, perdas e vitórias se misturam a toda hora, com a mesma força de um objeto impulsionado pela gravidade; se quebram em meio ao nada.

É quando jogo tudo fora, ou varro os cacos para debaixo do tapete, pra que ninguém se corte, ou os vejam.

Mas nosso instinto nos faz inconstantes entre o certo e o errado, dias em branco e algumas noites em claro,

Quem sabe não seja verdade, ganhe-se muito quando se perde, mas também perde-se muito aquele que ganha.

Mas parar para que? A cada dia que passa algemamos a tal da liberdade como se a vessemos, apenas para a termos um pouco mais ao nosso lado.

Errantes das próprias leis; seguindo padrões diferentes para ultrapassarmos os pensamentos corriqueiros que passam voando pela mente.

Algumas idéias soltas, que quando se juntam, formam uma mirabolante; procurando constantemente pelo completo, na maioria das vezes, achando incorreto.

Em vão serão quaisquer das explicações, o que importa é a sensação das controvérsias, de para onde sua mente pode te levar.

E em alguns momentos, já não é mais necessário que algo mais faça sentido!

(Texto por Ana Carolina Costa)

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em julho 6, 2010, em #postavc. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: