Oscar & Augusta-Love's in the air

Hoje é sexta, dia mais light, então vamos falar de algo mais subjetivo e despretensioso, vamos deixar as angustias e preocupações de lado, afinal hoje o Brasil joga, as vuvuzelas estão frenéticas e logo menos chega nosso tão esperado final de semana e nada melhor pra começar a embalar esses dois dias de descanso, como falar de dois lugares tão frequentados e queridos da nossa grande São Paulo.

São Paulo, a capital cultural no hemisfério Sul (No norte NY)! Cidade grande, cosmopolita, intensa, frenética e… saturada. Como assim? Calma, vou tentar explicar. Quando digo saturada, quero dizer que em alguns aspectos a cidade se encontra cheia de gente, ja tem gente saindo pelo teto, de trânsito, e consequentemente, de violência.

Gostaria de deixar a violência e o trânsito para outro dia afinal hoje é sexta, tem jogo do Brasil, então vou tentar focar no delicioso caos urbano que assola a cidade. Vamos também delimitar o assunto por bairros, ou ficarei aqui divagando por um bom e longo tempo.

Jardins: Bairro pretensioso, chic, caro, pequeno, com ruas estreitas e calçadas idem

*Baixo Augusta (paralelas e transversais): Região cool, despretensiosa, democrática, tolerante, com ruas estreitas e calçadas mínimas.

Os dois “bairros distintos” agrupam o maior número de pessoas e estabelecimentos bacanas por metro quadrado da cidade. Grandiosamente divididos pela imponente Avenida Paulista, um completa o outro e vice versa.

Enquanto nos Jardins as pessoas se exibem, no Baixo Augusta elas interagem. Enquanto nos Jardins as pessoas se vestem e tomam banho de “loja”, no Baixo Augusta elas se despem e tomam banho de atitude.

Enquanto a maioria nos Jardins diz ser o que não é, e fazem “Carão”. Na Baixa Augusta elas não dizem nada, tampouco fazem carão, as vezes até comem com a mão, e frequentemente dormem no chão, claro, tudo isso amparado na maior expressão “tô pagano”.

O que nos intriga e deixa a gente apaixonado pelos dois bairros é que um não vive sem o outro, ambos se completam. E verdade seja dita, tomar um café na Oscar freire ou uma cerveja na Augusta (do outro lado da Paulista é claro) é uma das coisas mais paulistanas que já se viu, ou seja, você irá ver coisas que até Deus dúvida.

ô cidade bacana!!!

*Pedaço que engloba a Rua Augusta em direção ao centro e demais ruas, sejam elas paralelas ou transversais à Augusta, carinhosamente chamado de “Baixo Augusta”

Espero que tenham gostado do texto e aguardo sugestões, tentarei dar algumas dicas do que fazer nesse final de semana, mas não sei como vai ser a movimentação por aqui hoje. Não esquecendo créditos ao Reginaldo Pereira.

Anúncios

Sobre Gustavo Oliveira

22 anos, Publicitário, Mau-humorado, seco, sarcástico, cáustico, até brincalhão e simpático as vezes. Nem sempre.

Publicado em junho 25, 2010, em Uncategorized. Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: